Boas Práticas para gerencia sua empresa!

    A gestão financeira é uma das estratégias mais importantes de um negócio. Afinal, toda empresa precisa ter esse gerenciamento muito bem feito para evitar que ocorram erros desnecessários e o empreendimento perca dinheiro.

    Vamos mostrar sete questões para gerencia bem os recursos da sua empresa.

    1. Definição de Investimentos:

    Um dos processos que exigem total engajamento por parte da equipe financeira é a de definição de investimentos. Essa é uma das ações que mais necessita de planejamento. Isso porque a empresa não pode gastar dinheiro sem ter certeza do lucro, da compensação financeira.

    Por isso, a elaboração de um plano de investimentos deve ser feita com bastante cuidado e atenção. Cada detalhe deve ser pensado para que isso não se transforme em um erro que gere prejuízos.

    Além do planejamento, as etapas de propostas e execução também precisam seguir um rito objetivo e sistemático. Do contrário, pode algo ir errado e os lucros calculados no plano se tornarem ineficientes.

    2. Controle de Gastos:

    Outra questão prática muito importante para a equipe de gestão financeira é o controle e diminuição de gastos. O detalhe é que isso pode ser realizado de diversas maneiras: Mudança de equipamentos e maquinários para modelos novos econômicos, mais eficiência da equipe de funcionários e colaboradores, treinamento e capacitação, aumento da produtividade, compra de suprimentos e produtos de melhor custo-benefício e diminuição de gastos extras desnecessários.

    Essas são algumas estratégias que devem ser feitas em todos os momentos. Várias empresas erram em apenas cortar custos quando se encontram em situação de crises e de retenção econômica. É um grande equívoco, afinal os gastos devem sempre ser apenas os estritamente necessários.

    3. Administração de Caixa:

    Junto ao controle de gastos, é preciso ter uma administração correta do caixa, das entradas, saídas, receitas e despesas. Para essa gestão eficiente, é necessário investir em tecnologia e bons profissionais.

    O caixa nunca pode fechar de forma diferente do calculado por um software e pela equipe econômica da empresa. Nem para mais, nem para menos. Afinal, qualquer erro é sinal de que os cálculos estão errados e a administração equivocada. Assim, isso vai trazer transtornos no futuro.

    Caso perceba que esses erros existam, é preciso que a equipe de gestão financeira tome atitudes rápidas e eficientes. Portanto, não se pode deixar o controle de caixa de lado. Ele deve ser feito diariamente, até mais de uma vez por dia, e com muito rigor.

    4. Sistematização dos Tributos:

    Toda e qualquer empresa, em qualquer lugar do mundo, paga impostos. No Brasil não seria diferente. Por isso, a sistematização desses tributos é de extrema importância.

    Por isso, é necessário conhecer esses valores para acrescentar aos preços dos produtos e serviços vendidos. Só assim, o empresário passa a ter lucros suficientes e manter sua empresa crescendo.

    O dever de fazer esse cálculo minucioso, detalhado e bem elaborado dos tributos é da equipe econômica. Afinal, isso precisa ser bem objetivo. Não pode estar na planilha de impostos nem um centavo diferente do cobrado pelos governos e órgãos públicos.

    5. Monitoramento do Estoque:

    Esse é um dos trabalhos mais importantes de uma parte específica da gestão financeira. Afinal, empresas que vendem produtos precisam de um estoque. Já aquelas que comercializam serviços também têm que ter uma reserva dos suprimentos usados.

    Por isso, o controle, monitoramento e reposição do estoque são essenciais. Uma loja de eletrodomésticos online que fique dias ou semanas sem um fogão disponível para venda perde a confiança do cliente.

    É preciso ficar muito atento. Várias empresas não sabem dessa relação da equipe econômica com o estoque, mas ela é essencial, indivisível. Sem um estoque completo, preenchido, com tudo o que é necessário ter, a empresa pode perder muito dinheiro.

    6. Gestão de Clientes:

    A gestão de clientes deve ser feita não apenas pela equipe financeira. Ela também faz parte de outros departamentos da empresa, como a de marketing, vendas e atendimento. Essa reunião de estratégias é essencial para melhorar os lucros, conquistar novos clientes e fidelizar os antigos.

    É, com certeza, uma das estratégias mais necessárias em qualquer empreendimento, independentemente do tamanho. No caso da equipe financeira, é ela que vai disponibilizar os dados objetivos de lucros e receitas, as necessidades de investimento e de saber quantos clientes a mais são precisos e outras informações relevantes.

    7. Definição dos Preços:

    Um trabalho importante e que poucos sabem estar ligado à gestão financeira é a de precificação de produtos e serviços. Alguns põem esse dever nas mãos da equipe de vendas, mas a financeira é quem deve dar o valor final.

    A justificativa é que somente a equipe financeira tem todos os dados de custos da empresa. Assim, é ela que sabe o quanto de valor agregado que determinado produto ou serviço deve ter. O preço dos impostos, da manutenção das máquinas, das contas mensais, dos salários dos funcionários. A partir daí que se define o valor total de um produto.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *